I don’t wanna miss a thing

Acho muito engraçado como os diários evoluíram. É estranho pensar que na minha infância eles tinham pequenas fechaduras que eram abertas através de chaves em formato de coração, enquanto hoje, nossa vida é facilmente exposta para o mundo inteiro através de um link.

Tive vários diários, mas confesso que nunca tive saco pra escrevê-los. Gostava das folhas coloridas, dos adesivos brilhantes e de todas as meninices que os acompanhavam, mas nunca tive algo importante para pôr no papel. Mas agora eu tenho! O blog vem para registrar tudo o que eu viver durante o intercâmbio. Desde o envio dos documentos, até o desembarque de volta ao Brasil. Não quero deixar passar nada!

Enquanto na infância eu temia que alguém encontrasse minhas chaves – mesmo nunca tendo escrito nada interessante -, hoje quero não apenas transferir minhas lembranças para um lugar mais seguro que a minha memória, mas também dividir todos os meus momentos com aqueles que ficarão no Brasil e me deixarão saudades.

One thought on “I don’t wanna miss a thing

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s